O home office se tornou o principal modelo de trabalho para 43% das empresas brasileiras durante a pandemia do coronavírus, de acordo com pesquisa


A pandemia causada pelo coronavírus trouxe uma nova realidade para muitas empresas.

Para seguir as determinações dos governos estaduais, o home office se tornou uma alternativa para manter as atividades e obedecer as regras de isolamento social.

Mas além da nova rotina dentro de casa com as reuniões remotas, o espaço virtual pode ser um importante aliado para tentar manter a rotina em tempos de incertezas.

O home office se tornou o principal modelo de trabalho para 43% das empresas brasileiras durante a pandemia do coronavírus.

É o que aponta uma pesquisa da consultoria Betania Tanure Associados (BTA), que entrevistou representantes de 359 companhias.

Entre as empresas que adotaram o modelo, cerca de 60% dos funcionários estão trabalhando de casa.

Novos desafios
Justamente para lidar com os novos desafios, as ferramentas de comunicação, como as plataformas Zoom, Hangouts, Teams e WhatsApp, têm sido usadas pelas empresas para a realização de reuniões e debates.

Mas além disso, os espaços virtuais ganharam a função de ponto de encontro para diminuir a tensão dos colaboradores e tentar manter um pouco da rotina que existia antes da pandemia.

A Wine, clube e e-commerce de vinhos, é um dos exemplos de companhia que visa tentar amenizar o clima instável e usa os meios digitais para isso.

A empresa, que montou uma agenda de comunicação interna, sempre via videoconferência, que tem a transparência como um dos principais pilares.

Por isso, a fim de estar próxima de seus colaboradores, a empresa realiza semanalmente uma reunião geral para falar abertamente dos desafios de cada um neste novo cenário.

Wine Talks
A companhia também criou o Wine Talks, um bate papo liderado por um colaborador ou convidado para abordar temas da atualidade.

Na lista de assuntos já passaram tópicos do dia a dia de trabalho, como lançamentos de novos produtos e treinamentos.

Outros pontos, como saúde mental e ansiedade, também já estiveram em pauta.

Além de cuidar da questão profissional e da capacitação dos funcionários, a Wine aposta no bem estar dos colaboradores.

Por isso, há horários reservados para sessões de ginástica laboral duas vezes por semana.

O Happy Hour de toda sexta-feira também foi mantido, com o Wine Hour, quando um dos colaboradores faz uma apresentação de voz e violão para a equipe.

A empresa está operando em esquema de home office em todas as unidades e somente os serviços essenciais, de logística e atendimento, permanecem na linha de frente.

Para assegurar a segurança, os protocolos de limpeza foram reforçados, assim como a orientação e respeito ao espaçamento mínimo.

Para evitar aglomerações em transporte público, os colaboradores contam com um serviço de transporte pela empresa em carros pequenos.

Nas três lojas físicas da marca, as compras funcionam apenas por delivery.

O site e o aplicativo da empresa, disponível para download gratuito em iOS e Android, seguem realizando as vendas normalmente.

As medidas de isolamento social, o trabalho em home office e as ações para minimizar o contato têm se mostrado eficientes.

Segundo a Wine, não há registro de nenhum caso de Covid-19 entre seus colaboradores.

Vagas abertas
Além disso, a empresa segue com cerca de 20 vagas abertas em diversas áreas, como Marketing, Logística, CRM e Atendimento.

Fonte: InfoMoney

Deixe seu comentário:

Postagem Anterior Próxima Postagem

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook