Nesta tarde de sexta-feira (24), a Caixa Econômica Federal (CEF) e o aplicativo de pagamentos PicPay fecharam um acordo para aceitar transferências do auxílio emergencial para contas cadastradas no app.

Para isso, os mais de 100 milhões de correntistas da Caixa Econômica devem criar uma conta no PicPay e, logo em seguida, criar um cartão de débito virtual Elo pelo app. Todo o processo é gratuito e não deve demorar muito.

Portanto, o usuário pode transferir o dinheiro do auxílio emergencial para sua conta PicPay assim que o saldo for disponibilizado. Usuários PicPay podem usufruir de várias facilidades para o dia a dia, como pagamento de boletos — contas de luz, aluguéis e TV por assinatura, por exemplo —, transferências instantâneas para outros usuários do serviço e saques pela rede Banco24Horas — completamente isentos de taxas ou cobranças extras.


“O PicPay se adiantou para oferecer essa funcionalidade por entender que pode ajudar os beneficiários do auxílio emergencial a realizarem transações de forma mais prática e segura, à distância pelo celular, nesse momento de pandemia”, disse Gueitiro Genso, CEO da fintech.

A CEF acredita que as solicitações pelo auxílio emergencial gerarão mais de 30 milhões de contas poupanças sociais digitais. Tendo o PicPay disponível para transferências, os agraciados pelo programa terão acesso a um serviço mais completo e permanecer com ele após o período de quarentena.

Atualmente, o PicPay pode ser utilizado como método de pagamento em mais de dois milhões de estabelecimentos comerciais do Brasil e pode ter dinheiro sacado em mais de 23 mil terminais da rede Banco24Horas. Além disso, o app também permite recarga de celular e de cartão para transporte público, pagamento de estacionamentos e compras online.

Fonte: tecmundo

Deixe seu comentário:

Postagem Anterior Próxima Postagem

Recomende e compartilhe para seus amigos no facebook